Plus500

29.11.10

Novos tempos

Apesar das dificuldades na economia mundial, dos problemas políticos, o Brasil deu um grande passo na defesa da cidadania. A ocupação da favela pelo poder público só foi conquistada pelo apoio dos moradores destas comunidades, aceitação da polícia como seus representantes da ordem, e, principalmente, pelas denúncias da população - fundamentais para pautar as ações contra os traficantes do Rio de Janeiro. Que sirva de exemplo para todo país.

Outra boa notícia foi o sucesso do uso de biocombustíveis em avião:

O Airbus A320 decolou do aeroporto internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, sobrevoou o espaço aéreo brasileiro sobre o oceano Atlântico por 45 minutos e retornou. O bioquerosene de aviação utilizado é 100% nacional, feito a partir da espécie Jatropha Curcas L. - planta imprópria para consumo humano e animal, que é prduzida em algumas fazendas de agricultura familiar pelo Brasil. A TAM adquiriu as sementes, transformou em óleo semirrefinado e mandou para os Estados Unidos, onde ele virou bioquerosene e foi adicionado ao querosene comum de aviação - na proporção de 50% cada. Segundo a assessoria da empresa, um estudo realizado pela universidade de Michigan apontou que biocombustíveis de aviação produzidos a partir do pinhão manso permitem uma redução de 65% a 80% na emissão de carbono, em comparação ao derivado de petróleo. "A realização deste voo experimental materializa a participação da TAM num amplo projeto de desenvolvimento da cadeia produtiva desse biocombustível de biomassa vegetal, com o objetivo de se criar uma plataforma brasileira de bioquerosene de aviação sustentável", afirmou em nota o presidente da TAM. (Terra)

Enquanto o governo investe e faz propaganda do pré-sal, o fim da era do petróleo se aproxima. Os aviões são responsáveis por grande parte dos gases poluentes. Nesse teste, com uma mistura 50/50 em apenas um tanque, o motor se mostrou mais eficiente, econômico, e ainda trabalhou a uma temperatura 20% inferior - o que aumenta a sua vida útil.

Novos tempos? Imaginem todos os carros com biocombustíveis!

O petróleo ainda terá sua utilidade na indústria petroquímica e como energia por algum tempo. Mas a matriz está mudando para fontes renováveis e menos agressivas ao planeta. Se eu tivesse que investir, preferiria colocar dinheiro em outras coisas alternativas, como o vento, as marés ou até no Sol. Para quem quiser comprar terrenos na Lua também não faltarão vendedores...

As bolsas hoje estão caindo pelo receio de que a crise nos PIGS causem um contágio geral na comunidade europeia. E o Ibovespa vai atrás... operando em uma faixa pouco acima dos 67 mil pontos.

4 comentários:

Anônimo disse...

100 Motivos para Plantar Pinhão-Manso (Jatropha curcas)

O pinhão manso talvez seja a planta mais indicada para a produção de energia. Mas ela não serve apenas para ter suas sementes transformadas em biodiesel, suas utilidades são muitas.

http://www.biodieselbr.com/destaques/2006/100-motivos-plantar-pinhao-manso-jatropha-curcas.htm

Rodrigo disse...

Não há a menor chance que qualquer biocombustível substitua o petróleo na escala necessária. Não haveria terra suficiente para isso.
Sugiro leitura dos relatórios e previsões da Agência Internacional de Enegia, para deixar de se entusiasmar com tão pouco.
Também não há dúvidas que o uso de petróleo como energia para gerar movimento vai acabar um dia, mas não há nenhuma certeza se o que o substituirá sequer existe ainda, ou será descoberto / inventado.

Seagull disse...

Verdade Rodrigo,

Enquanto puderem ganhar dinheiro com o petróleo vão estar pouco se lixando para o meio ambiente.

Mas é apenas uma sementinha (literalmente)... como vc bem falou, existem diversas outras fontes de energia menos danosas à atmosfera que podem ser exploradas com eficiência.

Vamos torcer pela preservação da Terra (e humanidade)... e que a tecnologia de combustíveis continue evoluindo.

Abs

Finanças Inteligentes disse...

Existe uma cidade na Espanha (Sevilla) que está sendo quase toda abastecida por energia solar, e lá não é cidadezinha pequena não.
Novos tempos...