Plus500

20.2.09

Resultado Excepcional da Vale: no Ano passado

Um lucro recorde acima de 21 bilhões em 2008, 6,36% superior ao de 2007, até então o maior obtido pela empresa. Mas não se iludam... este resultado foi função de um primeiro semestre primoroso, onde os preços das commodities bateram seus mais altos patamares, em um rally que contou com o capital especulativo - o mesmo que levou o barril de petróleo a ficar acima de U$140.

Mesmo descontando a variação cambial referente às filiais da empresa no exterior, de R$ 5,982 bilhões, e também o chamado "impairment", estes números espelham o passado.

No último trimeste de 2008, as vendas de minério de ferro e pelotas da Vale sofreram uma queda de 28,17% em comparação com o mesmo período do ano anterior, quando as vendas somaram 76,9 milhões de toneladas. O recuo foi provocado pela redução de pedidos em um cenário de crise mundial. As vendas de níquel cresceram mas a comercialização desse produto foi menor em função da queda acentuada no preço.

Certamente, tudo isso já deve estar precificado. Ainda pode subir um pouco na abertura? Sim! Mas não dá mais para ninguém se iludir!

O mercado negocia o "futuro" das empresas; o passado já passou!




Juízo e bom Carnaval!

Abs ^v^

3 comentários:

Seagull disse...

Com os futuros em queda de 3% nesta pré-abertura da BM&F, desempenho negativo na Europa e os mini contratos do SPX em baixa, hoje o dia está indicando que vai ser sombrio por aqui.

Cuidado com as falsas esperanças... gráficos, fundamentos ou notícias... a coisa está muito complicada mesmo!

Abs ^v^

Fernando disse...

Concordo, Marcio.

O diabo é que ninguém pode afirmar, com seriedade, que a economia real - lá fora e aqui - já atingiu o fundo do poço.

O mundão do capitalismo central - que é o grande consumidor de tudo -pode muito bem entrar (ou já estar) numa depressão; ainda não tão grave como a dos anos 30, mas ruim o suficiente para deflacionar preços de commodities, bens e serviços por alguns aninhos.

Por aqui, ainda que o risco seja menor em profundidade (fala-se em uma recessão técnica de 2 trimestes), mas o tombo seria proporcionalmente bem grande.

Você e os demais seguidores do blog/forum sabem melhor do que eu se o preço da Vale - e outros papéis - já esta precificado no "cenário catástrofe", mas que ainda é possível ter notícias piores no plano econômico, isto é fato.

Esquindõ, esquidô...
Abraços, Fernando

Seagull disse...

Isso aí, Fernando!

Voltando da folia (para mim, que tenho filhos, um semi-descanso...)

E vamos ver como as coisas se encaminham daqui para a frente.

Seja para o lado que for, melhor seguirmos atrás!

Abs ^v^