Plus500

4.2.09

Volta das férias

Então... eu ainda estou me sintonizando com o mercado. Lá do Nordeste eu pouco acompanhei o que estava acontecendo. De volta, recebo muitos telefonemas e mails de amigos perguntando o que eu acho... ora, é muito complicado expressar o que penso sabendo que isso pode ser conclusivo na tomada de decisão de quem recebe.

Por mais que tentem me isentar de qualquer responsabilidade, isto influencia a leitura do cenário.

Devemos observar as coisas com isenção e individualmente, considerando o momento do mercado e o posicionamento de cada um. Pedir para que eu decida não dá... é para vender tudo agora? Melhor segurar mais um pouco? O máximo que posso dizer é aquilo que estou fazendo... postar as boletas, resumo de ordens, etc .

Mas a proposta que lançamos é de que cada um possa ser um Monitor potencial de seus próprios recursos.

Se for para eu decidir TUDO, vou criar um clube (ou fundo) de investimento e passar a oferecer cotas...

Ou então paro de operar e fico apenas prestando consultoria. E isso não vai ser nada barato (se eu parar de operar quem vai bancar os lucros cessantes??? rs)

Fazer os dois (e o resto das minhas funções) é muito complicado... eu compartilho boa parte do que percebo no fórum MI, edito os artigos, seleciono notícias, atualizo os blogs, até para gerenciar meu patrimônio, às vezes, falta tempo...

Enfim... acabo mudando meu nick de gaivota para octopus! Troco as duas asas por um monte de tentáculos. Quem sabe assim eu dou conta de tudo? ;-)

Abs ^v^

Postado no Fórum Monitor Financeiro

2 comentários:

patricia disse...

Hummm...ainda bem que não tenho te perguntado nada. Pelo menos de mim vc está livre. rs

Seagull disse...

Ehehehe... vc já me conhece há bastante tempo e sabe que eu não me incomodo e sou sempre solícito em tudo que sou consultado.

Apenas fico preocupado quando as decisões são tomadas seguindo extamente o meu entendimento, o que acaba fazendo eu me sentir mais responsável (na verdade, solidário) pelo resultado do investimento.

Eu sempre reforço que o maior mérito é do dono do dinheiro. No ônus ou bônus!

E estou sempre aberto a trocar idéias, nunca hesitando em manifestar o que penso. Doa a quem doer... mas a decisão final não pode ser minha!

Não é verdade, Patricia... vc que é muito bem-vinda até já conhece meus "disclaimers" de cor! :-)

Beijão ^v^