Plus500

6.7.07

Aqui a festa continua...

Mesmo com o BC comprando montanhas de dolares, a cotação da moeda americana continua caindo e o real mantém-se apreciado. Com o crescimento das reservas e o preço pago por ela - em juros - ocorre também um aumento no cupom cambial, pelo ingresso de capital especulativo para o curto prazo. Este dinheiro pode sair a qualquer momento, basta que as incertezas do cenário internacional falem mais alto. Mas a bolsa continua "bombando" e, até que algo mude radicalmente, o mercado vai estar comprado! Ativos de segunda ou terceira linhas vêm fazendo a festa dos seguidores de "dicas". Qual será a próxima?. E se eles estão ganhando, nada pode ser dito a respeito. Ontem foi BMIN4 - que valoriza ainda mais nesta sessão de hoje - amanhã pode ser a vez de AVIL3, BAZA3, ou qualquer outra... enquanto isso, as blue chips permanecem em tendência favorável: Vale confirmou o rompimento do seu TH, e Petro segue sua escalada. Melhor deixar a maré levar... ^v^

5 comentários:

rogrm2 disse...

Mobralmente, fui numa palestra ontem sobre "O Mercado de Capitais num Cenário de Investment Grade". Um dos palestrantes era o Diretor de Gestão de Riscos do Banco do Brasil.
O que posso destacar de lá foi a comparação do crescimento no 1º semestre da Bovespa com a de outros países que estão em nível próximo a do Brasil (México, Peru, Polônia...). Enquanto a Bovespa deu os seus 20%, esses outros países chegaram à 45%, apesar do Brasil estar num ponto de maior destaque na vitrine de países para se investir. Não sei até onde pode-se comparar, mas essa posição vai bem de encontro com opiniões de outros analistas que a 4 meses alarmam uma correção ou inversão de tendência do IBOV (qualquer hora dessas eles acertam e daí vão se gabar: "Eu bem que avisei!").

Enquanto isso, vamos subindo os nossos stops e torcer para que a China, os EUA ou a Europa não nos atrapalhem apenas com alguns comentários negativos sobre o mercado mundial (como já aconteceu, às vezes basta um comentário, mesmo que não exista ação).

Diante disso tudo, o complicado vai ser decidir se passamos ou não o fim de semana dentro do mercado que "nunca cai".

Sds,

rogrm

rogrm2 disse...

Alguém aí sabe o que é JBSS1??

Sds,

rogrm

Seagull disse...

JBSS é a Friboi, que comprou a Swift.

Os ativos negociados no Novo Mercado são as ações ON - JBSS3.

JBSS1, é o direito de adquirir a ação. E foi negociado hoje com mais de 10% de valorização, fechando a 0,64.

rogrm2 disse...

Desculpe-me a ignorância, mas continuo sem entender. JBSS1 é o direito de adquirir a ação? Não basta dar o lance nos lotes da JBSS3? Na verdade, liquidei uma parte do que eu tinha comprado da JBSS3 e vi esse lance de JBSS1 na minha conta...

Seagull disse...

Ehehe... eu não acompanho muito o papel e também desconhecia este direito, mas com a sua observação, imagino que seja algo referente à subscrição daquela emissão para o BNDES por R$ 8,15.

Voce pode vender os direitos pelo mesmo código (JBSS1) ou exercê-los por este valor até o limite do prazo e ficar com a ação JBSS3 na quantidade que vc recebeu.

Qualquer dúvida entra direto no site da empresa e vai na página de RI.